restauro
exposicoes
tecnica
contacto
artista
Em Portugal, o gosto pelo azulejo foi assimilado dos muçulmanos, tendo sido introduzido no país desde meados do século XV.
No século XVI, Portugal inicia sua própria produção, sofrendo várias influências das azulejarias Italiana e Flamenga, e mais tarde no século XVII, da azulejaria Holandesa.
Esta forma singular de decoração, foi utilizada com insistência no revestimento de Igrejas, Palácios, Mosteiros, Fontes e em Casas Senhoriais.
Desde sempre, o azulejo acompanhou as novas estéticas, passando pelos motivos Arte Nova, pelos revestimentos Art Déco, até à sua plena integração em modernos programas arquitectónicos.
home home